Transtorno do Pânico

O transtorno de pânico é um transtorno de ansiedade que se caracteriza pela presença das crises de pânico, que são crises de início abrupto, de um medo ou desconforto muito intenso, podendo chegar a uma sensação de desespero, com alguns sintomas associados, como:

    • Palpitações, Taquicardia;
    • Sudorese,
    • Tremores ou abalos;
    • Sensação de falta de ar ou sufocamento;

Imagem Transtorno do Pânico

  • Sensação de asfixia;
  • Dor ou opressão no peito;
  • Náusea ou desconforto abdominal;
  • Sensação de tontura, instabilidade, vertigem ou desmaio;
  • Calafrios ou ondas de calor;
  • Parestesias (anestesias ou sensações de formigamento);
  • Desrealização (sensações de irrealidade) ou despersonalização (sensação de estar distanciado de si mesmo);
  • Medo de perder o controle ou enlouquecer;
  • Medo de morrer.

As crises tendem a ser rápidas, em geral em torno de 30 minutos, e cessam espontaneamente após esse tempo.

Qualquer pessoa pode ter uma crise de pânico na vida, de forma isolada, ou desencadeada por algum fator específico, mas para ter o diagnóstico de um “transtorno de pânico” é necessário que essas crises aconteçam de forma recorrente e que pelo menos algumas sejam espontâneas (ou seja, não tenham um fator desencadeante). Além disso, deve-se observar que após as crises os indivíduos sintam uma apreensão ou preocupação de ter novos episódios (ou das consequências deles, como perder o controle, ter um ataque cardíaco, enlouquecer) ou que tenham uma mudança significativa no seu comportamento para evitar novas crises, com evitação de situações desconhecidas por exemplo.

É muito comum que pacientes com crises de pânico procurem o Pronto Socorro ou outros especialistas médicos antes de irem ao psiquiatra, como cardiologistas, pneumologistas, clínicos gerais, etc, e que tenham até uma certa resistência inicialmente em procurar um psiquiatra, já que tem muita certeza de estarem sofrendo de algo físico e não psicológico/ psiquiátrico. E de fato é importante que antes de se fazer um diagnóstico de T. Pânico se exclua outras causas para os sintomas apresentados.

Alguns pacientes que tem vergonha de procurar ajuda para seu quadro podem sofrer um prejuízo muito intenso de sua qualidade de vida, deixando muitas vezes de sair de casa, ou passando a só sair acompanhado, as vezes deixando de viajar, de fazer atividade física, entre outras limitações. É frequente a comorbidade com outros quadros psiquiátricos, até por conta dessas características, como depressão, transtorno de ansiedade generalizada, dependência de substâncias, etc.

Por tudo isso, buscar ajuda especializada é fundamental. O Transtorno de Pânico tem tratamento, e um tratamento adequado tem um impacto intenso na vida de quem sofre com ele.

Imagem Doutora Maria Antonia

Dra. Maria Antonia Simões Rego

Psiquiatra | CRM 135063
RQE 46406

Olá, eu sou a Maria Antônia, médica formada em 2008 pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – USP.

Logo em 2009, iniciei a minha Residência Médica em Psiquiatria pelo Instituto de Psiquiatria do Hospital da FMUSP, na qual permaneci até 2012.

quer entrar
Em contato?

Blog

Todo Comportamento Excessivo é uma Doença?

Todo Comportamento Excessivo é uma Doença?

Todo comportamento humano, inclusive os fisiológicos, como a necessidade de comer, pode virar uma patologia (um problema de saúde) quando feito de maneira excessiva.⠀⠀ O que isso quer dizer? Quer dizer que um comportamento normal pode virar um problema diante do...

ler mais
Como Incorporar Novos Hábitos Com Menos Dificuldade

Como Incorporar Novos Hábitos Com Menos Dificuldade

O “novo” quase sempre tem duas faces. Para alguns, o novo é algo fácil de ser aplicado. Mas para outras pessoas, o novo causa receio, dificuldade. E não podemos ignorar que, quando uma pessoa tenta começar um novo hábito em sua vida, e não consegue, ela fica...

ler mais
Transtornos Alimentares em Tempos de Pandemia

Transtornos Alimentares em Tempos de Pandemia

Instabilidade emocional, incertezas, solidão, falta de controle e outras emoções desgastantes, infelizmente, já conhecidas por algumas pessoas, porém, com a pandemia tudo se intensificou. Só que, para algumas, todos esses sentimentos são refletidos na alimentação....

ler mais
Open chat